Total de visualizações de página

Horario de Brasilia

PITIMBU NOTÍCIA

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Polícia investiga acidente que causou morte em Paulista

O Complexo Policial de Paulista está investigando um acidente de trânsito que resultou na morte de um homem neste domingo. Uma suposta falha mecânica no carro dirigido por um policial militar acabou em tragédia para uma família, em Paulista. Adriano Correia da Silva, 28 anos, lotado no 16º Batalhão, dirigia um Gol quando perdeu o controle da direção, bateu no meio-fio de uma calçada, capotou e atingiu um segurança que estava acompanhado de mais cinco pessoas. 

O grupo esperava um ônibus de turismo que os levaria à Praia de Pitimbú . O segurança André Barbosa da Silva, 44, que estava acompanhado de familiares e amigos, ficou preso às ferragens. A vítima foi socorrida e encaminhada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Jardim Paulista, que fica praticamente em frente ao local do acidente, registrado por volta das 6h. Ele não resistiu e faleceu poucas horas depois. O sepultamento será hoje, em Muribeca. Uma criança também foi atingida, mas sem gravidade.

A delegada de plantão, Viviane Santa Cruz, ouviu depoimentos do motorista, de um irmão da vítima e de policiais envolvidos na ocorrência. Ela explicou que Adriano Correia será investigado pelo acidente, mas que permanecerá em liberdade até a conclusão do inquérito. “O condutor tentou prestar socorro e se apresentou espontaneamente à polícia, por isso tem o benefício, previsto no Código de Trânsito, de responder em liberdade”, explicou a delegada. O Instituto de Criminalística (IC) realizará perícia no veículo do PM para identificar se realmente há falha mecânica que teria motivado o acidente.

Segundo testemunhas, o condutor do Gol não estava em alta velocidade. “Somente quando estava próximo ao local onde ocorreu o acidente é que ele teria aumentado a velocidade. Ele pode ter cochilado, já que tinha saído de um plantão”, disse o cabo Luciano Correia, do 17º BPM. Ao Diario, Adriano negou que tenha cochilado. “O volante travou e o carro acabou batendo no meio fio até capotar. Só vi que bateu em alguém quando sai do carro. Na sexta-feira, levei o veículo para a oficina para fazer revisão de alinhamento e balanceamento da direção. Acho que o problema foi mecânico”, relatou o condutor, que realizou teste do bafômetro. O resultado deu negativo para o uso de álcool.

A dona de casa Elizete Maria Gonçalves, 49, mulher de André Barbosa, contou que estava com ele, uma sobrinha e um casal de amigos com a filha de nove anos. Esta última teve ferimentos leves numa das orelhas. “Não sabemos explicar como aconteceu. Foi questão de segundos”, disse, às lágrimas, na porta de entrada da UPA, ainda pela manhã. De acordo com ela, o grupo passaria o domingo na praia, aproveitando o dia de folga.
Diario de Pernambuco 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

é um prazer em ter seu comentário em nosso Portal